NOSSO BANNER

Create your own banner at mybannermaker.com!

Quarto Reich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Quarto Reich é um termo utilizado para descrever um futuro teórico da história alemã - um sucessor do Terceiro Reich. O termo foi utilizado inicialmente por Rudolf Hess após osJulgamentos de Nuremberg, quando, sofrendo de distúrbios mentais, afirmou ser ele o "Führer do Quarto Reich".[1] Porém o termo se tornou popular nos anos de 1960 e 1970, devido ao fato de várias figuras políticas da Alemanha Ocidental, como o chanceler Kurt Georg Kiesinger, possuírem vínculos com o regime do Terceiro Reich.

Em termos de neo-nazismo, o quarto Reich é apresentando como um Estado em que vigora a "supremacia ariana", anti-semitismo, Lebensraum, militarismo e totalitarismo. Neo-nazistasacreditam que o Quarto Reich abrirá caminho para o estabelecimento de um "Império Ocidental", um império pan-ariano abrangendo terras com proeminentes laços arianos (Europa,Rússia, Anglo-América, Austrália, Nova Zelândia, e algumas partes da América do Sul como o Brasil), o que permitiria que o Ocidente entrasse no "choque de civilizações". [2]

Em seu livro, "A Ascensão do Quarto Reich: As sociedades secretas que ameaçam assumir a América" (em inglês: The Rise of the Fourth Reich: The Secret Societies That Threaten to Take Over America) Jim Marrs argumenta que alguns membros sobreviventes do Terceiro Reich, juntamente com simpatizantes dos nazismo nos Estados Unidos e noutros países, trabalharam clandestinamente desde o final da Segunda Guerra Mundial para que alguns dos princípios do nazismo (por exemplo, militarismo, fascismo, imperialismo, espionagem generalizada e utilização de propaganda para controlar os interesses nacionais) sejam infiltrados na cultura, governo e empresas em todo o mundo, mas principalmente nos Estados Unidos. Ele cita a suposta influência do nacional-socialismo nos Estados Unidos no final da Segunda Guerra Mundial, tais como cientistas nazistas que ajudaram os E.U.A no avanço naindústria aeroespacial, bem como a aquisição e a criação de conglomerados pelos nazistas e seus simpatizantes após a guerra, tanto na Europa e E.U.A.



terça-feira, 26 de abril de 2016

O 4¤Reich - Efeito Meissner e levitação magnética

100 Anos da Supercondutividade: Efeito Meissner:                                                                O efeito Meissner é expulsão de um campo magnético de um supercondutor. Em 1933, os pesquisadores alemães Walther Meisser e Robert Ochsenfeld descobriram que um material na fase supercondutora repele o campo magnético. Comportamento muito estranho, pois o funcionamento de um motor elétrico e de um gerador elétrico está fundamentado no fenômeno da indução magnética, efeito identificado pelo inglês Michael Faraday em 1831. Um imã em movimento induz corrente elétrica em um circuito de um material condutor.

O que acontece é que o campo magnético produzido pelo imã é repelido pela corrente elétrica induzida no material supercondutor. O material na fase supercondutora se comporta como um espelho magnético, refletindo o campo magnético produzido pelo imã. Esse efeito, batizado de efeito Meissner é tão intenso que o imã levita sobre o material que está superconduzindo.

domingo, 10 de abril de 2016

INFILTRADOS - Nina Kulagina

Tudo Sobre Magia e Ocultismo: Nina Kulagina
Foi percebido que após os testes Nina ficava muito cansada, seu batimento cardíaco subia para uma média de 240 batimentos por minuto, os testes também causavam um desgaste muito grande nela, o que foi provado pela sua perda de peso.
Ela passou por cerca de 50 cientistas, por algum tempo o governo permitiu que não soviéticos também fizessem testes e 2 ganhadores do prêmio nobel participaram deles.
Ninguém nunca conseguiu provar que ela era uma farsante e também aparentemente ninguém descobriu como se davam os efeitos, apenas que um grande campo de energia existia entre suas mãos e cabeça.
Ela foi acusada por trapaça por uma revista, mas Nina entrou com uma ação judicial e com a ajuda de pessoas influentes conseguiu vencer, já que a revista não tinha nenhuma prova de que ela era uma farsante, e a revista teve que escrever uma retratação.
Em 1990 Nina morreu de ataque cardíaco, alguns dizem que devido ao esforço que ela fez por todos aqueles anos.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Informação Incorrecta: Panama Papers

Informação Incorrecta: Panama Papaers
 Os alemães não brincam em serviço, ainda menos quando forem editores dum diário cujo nome já intimida. Pelo que começam a procurar a tal ONG séria e independente e a escolha recai sobre o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ): não apenas tem sede em Washington (EUA) como é financiado por nomes quais Rockefellers, Rothschilds, George Soros, Ford, Jewish Community Federation, Microsoft, Carnegie Corporation... nada a dizer: é uma garantia.

No dia 1 de Abril de 2016 eis que o Mundo está pronto para receber uma notícia espantosa que já todos conhecem há muito: existem pessoas e empresas que utilizam "Ofsciór" para evadir o fisco. Terrível, um verdadeiro choque. Os media não podem ignorar e atiram-se para os nomes. Em primeiro lugar: Vladimir Putin, um amigo de Vladimit Purin, um tio de Vladimir Putin, o gato de Vladimir Putin, todos envolvidos no esquema fraudulento. Depois: o primo de Assad, Presidente da Síria. O irmão do Presidente da China e a filha do ex-Presidente da China. O assessor e amigo dos ex-Presidentes da Argentina, os Kirchner. O Primeiro Ministro, o Ministro das Finanças e aquele do Interior da Islândia. Um executivo da empresa petrolífera e o ex-Comandante das Forças militares da Venezuela. O chefe do Fundo de Investimento da Palestina. O filho do ex-Presidente do Egipto, Mubarak. O ex-presidente e o ex-Primeiro Ministro da Ucrânia.

Mas não será uma lista um pouco suspeita? Que dizer: só inimigos dos Estados Unidos? Calma, Leitores, calma, não sejam desconfiados: há também o pai de David Cameron, o Primeiro Ministro do Reino Unido. E não podemos esquecer o califa dos Emirados Árabes, do Qatar ou o Rei da Arábia Saudita. É uma lista acima de qualquer suspeita, que inclui actores políticos de praticamente todos os principais Países. Com apenas três excepções: Estados Unidos, israel e Burundi. Admitimos: o facto do Burundi não ter envolvidos membros da classe política é coisa muito estranha e sem dúvida merecedora dum sucessivo aprofundamento. Normal, pelo contrário, que não haja ninguém de Washington ou Tel Avive: afinal falamos de Países onde reina o Bem. E este é um facto.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Wikileaks acusa Leaker Papers Panama 'de ser George Soros Financiado

Wikileaks Accuses Panama Papers’ Leaker Of Being George Soros Funded
Wikileaks acusa Leaker Papers Panama 'de ser George Soros Financiado
Mais cedo hoje, pela primeira vez temos um vislumbre de alguns dos americanos nomes alegadamente contidos no "Papers Panamá", a maior já vazar. "Alguns", não todos, e "supostamente" porque, como dissemos ontem , "não se pode ajudar, mas pergunto: por que não fazer um despejo tipo de dados Wikileaks, um que revela se não todos os 2,6 terabytes de dados devido a preocupações de segurança e, em seguida, pelo menos, as identidades destes 441 clientes baseados nos EUA. Afinal, com o resto do mundo foi já amplamente envergonhado, é justo para abrir US livros também. "